Curiosidade - animais

Sabias que?


TEMA: ANIMAIS

  • Sabias que todos os anos mais de 4oo milhões de animais são mortos pelas indústrias de peles?

  • Sabias que a maior parte desses animais são mantidos em condições horríveis?

  • Sabias que os principais métodos de morte destes animais são a asfixia, choque eléctrico genital, quebra de pescoço e injecção de veneno?

.




Pois, tudo o que acabou de ser referido é verdade e temos que tentar acabar com isso.. Para isso existem associações, junta-te e acaba com este pesadelo (:

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

Curiosidade - Clonagem Humana

Sabias que?



TEMA: CLONAGEM HUMANA


A maioria dos investigadores tem a opinião de que a clonagem humana nunca teve o obejctivo de clonar pessoas ou criar bebés para no futuro serem dadores de partes ou produtos humanos?
A grande maioria das tentativas de clonagem de um animal resultou em embriões deformados ou em abortos após a implantação. Muitos cientistas defendem que os poucos animais clonados nascidos apresentam malformações que não são detectáveis através de exames ou de testes no útero como, por exemplo, deformações ao nível do revestimento dos pulmões.
Em 1996 foi clonada a ovelha Dolly. Foi o primeiro animal a ser clonado a partir do DNA de uma ovelha adulta, em vez de ser utilizado o DNA de um embrião. Embora a Dolly pareça suficientemente saudável, pôs-se a questão se ela iria envelhecer mais rapidamente do que uma ovelha normal. Além disso, foram precisas 277 tentativas para produzir a Dolly.
Quem é que aceitaria estas probabilidades numa experiência com bebés humanos? No entanto, há quem concorde com a clonagem para ter um bebé. Por exemplo, pais que perderam um bebé e que querem substitui-lo, ou pessoas que querem ter os seus próprios filhos mas que não conseguem da maneira tradicional.
.
.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

Reprodução Sexuada - Meiose

Reprodução


TEMA: REPRODUÇÃO - REPRODUÇÃO SEXUADA - MEIOSE
Os organismos que se reproduzem sexuadamente possuem ciclos de vida, em que alternam os processos de fecundação e meiose e, consequentemente, verifica-se uma alternância de gerações de células diplóides e haplóides.


Meiose

A meiose, tal como a mitose, é precedida pela replicação do DNA dos cromossomas. A esta replicação seguem-se duas divisões consecutivas:
.

Meiose I
Basicamente as fases da meiose são parecidas com a da mitose.
  • Em ambas, os pares de cromossomas se alinham no centro da célula e seguem para lados opostos.

  • A meiose difere pelo “crossing-over” que ocorre com o DNA.

  • Este “crossing over” é a troca de genes entre as células. Nesta troca, os genes são misturados e o resultado desta troca não é uma duplicação perfeita como ocorre na mitose.

  • Aqui as células se dividem originando duas novas células com apenas um par de cromossomas cada uma,

  • Como o período de interfase é muito curto na meiose, as células não têm tempo de duplicar seus cromossomos para realizar uma divisão mitótica, então, elas novamente partem para uma divisão meiótica, dando início a meiose II.


Meiose II

  • Prófase II: o DNA restante nas células se condensa formando cromossomas curtos. Cada par de cromossomas possui um centrómero. Os centríolos iniciam sua jornada para lados opostos da célula.

  • Metáfase II: nesta etapa os cromossomas já estão alinhados no centro da célula e os centríolos estão preparados para duplicação.

  • Anáfase II: aqui os cromossomas aparecem divididos e seguem em direcção a lados opostos da célula. Eles não dividem o DNA entre as novas células, ao invés disso, eles repartem o DNA já existente.

  • Telófase II: nesta fase o DNA já foi completamente puxado para os lados. Ao final desta fase, haverá quatro células haplóides que são chamadas de gâmetas. O objectivo dos gâmetas é encontrar outros gâmetas para, então, fazerem sua combinação e se tornarem um novo organismo.

.

REFLEXÃO

A meiose, processo de divisão celular através do qual uma célula tem o seu número de cromossomas reduzido pela metade. Por este processo são formados gâmetas e esporos. Esta pode ser reducional possuíndo as etapas da prófase I, metáfase I, anánafase I e telófase I, enquanto que a equacional se baseia na prófase II, metáfase II, anánafase II e telófase II.

BIBLIOGRAFIA

Preparar testes 11º ano
http://www.todabiologia.com/citologia/meiose.htm
http://www.universitario.com.br/celo/topicos/topicos.html http://pt.wikipedia.org/wiki/Meiose

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

Curiosidade - Onde vivem as bactérias?

Sabias que?


TEMA: ONDE VIVEM AS BACTÉRIAS?


As bactérias de vida livre estão em todos os tipos de habitat? Por causa de sua capacidade de adaptação, sobrevivem em muitos ambientes que não sustentam outras formas de vida. São encontradas no corpo humano, principalmente dentro do trato digestivo e na pele, nas mais baixas temperaturas da Antártida, em águas ferventes de fontes naturais quentes, nas profundezas escuras dos oceanos, em meio terrestre úmido, e até mesmo em lugares que não tem oxigênio.Parasitas são organismos que vivem à custa do seu hospedeiro, consumindo partes de seu corpo e consequentemente prejudicando o meio.
 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

Reprodução - Reprodução sexuada

Reprodução


TEMA: REPRODUÇÃO - REPRODUÇÃO SEXUADA

Reprodução sexuada



  • Qualquer processo de transferência de fragmentos de DNA de uma célula para outra.

  • Depois de transferido, o DNA da bactéria doadora recombina-se com o da receptora, produzindo novas misturas de genes.

  • Esses cromossomas recombinados serão transmitidos às células-filhas quando a bactéria se dividir.

  • Cada descendente é o resultado de uma fecundação.


  • A reprodução sexuada é um processo que contribui imenso para a variabilidade genética reflectindo-se na diversidade biológica.

.



REFLEXÃO

A reprodução sexuada, envolve então a fusão de dois gametas (masculino e feminino), processo que se denomina por fecundação, processo da qual se origina um descendente.

BIBLIOGRAFIA

http://pt.wikipedia.org/wiki/Reprodu%C3%A7%C3%A3o_sexuada

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

Reprodução - Reprodução assexuada

Reprodução

TEMA: REPRODUÇÃO - REPRODUÇÃO ASSEXUADA
.
Reprodução assexuada - permite a formação de novos indivíduos a partir de um só progenitor, sem que haja a intervenção de células sexuais. Neste tipo de reprodução, os descendentes desenvolvem-se a partir de uma célula ou de um conjunto de células do progenitor, pelo que todos os indivíduos são geneticamente iguais. Assim, a partir de um só indivíduo podem formar-se numerosos indivíduos geneticamente idênticos, tendo a designação de clone.



Existem vários processos de reprodução assexuada. Os mais comuns são: bipartição, divisão múltipla, fragmentação, gemulação, partenogénese, multiplicação vegetativa e esporulação.


  • Gemulação ou gemiparidade - é um processo de reprodução no qual ocorre a formação, no progenitor, de gemas ou gomos, que, ao separarem-se do progenitor, desenvolvem-se dando origem a novos indivíduos. Ex: leveduras.
  • Fragmentação - neste tipo de processo, o corpo do progenitor é quebrado em vários pedaços, sendo que cada uma destas partes é capaz de se reproduzir individualmente até assumir a forma semelhante de seu progenitor. Ex: esponjas.
  • Bipartição - separação de um organismo em dois indivíduos de tamanho semelhante, que cresecem e atingem as dimensões do progenitor. Ex: seres unicelulares.
  • Multiplicação vegetativa - Uma parte do organismo, como uma porção de caule ou uma folha pode dar origem a uma planta completa. Ex: em plantas.
  • Partenogénese - desenvolvimento de ovos sem serem fertilizados. Os adultos resultantes de partenogénese são haplóides e os ovos formam-se por meiose. Ex: machos das abelhas.
  • Esporulação - consiste na formação de células especiais denominadas esporos, que originam novos seres vivos da mesma espécie. Ex: fetos e musgo.

A reprodução assexuada pode também esbater-se sobre processos de:

  • Clonagem
  • Produção de plantas pro cultura in vitro

.

REFLEXÃO

Esta postagem, tem como objectivo mostrar o que é e em que se baseia a reprodução assexuada, ou seja, ocorre sem a intervenção de gametas. Este tipo de reprodução envolve também diversos processos que foram acima mencionados e explicitados, como a gemulação ou gemiparidade, bipartição ou cissiparidade, fragmentação, multiplicação vegetativa, esporulação, partenogénese e fragmentação.
.
BIBLIOGRAFIA
Preparar testes 11ºano
Preparar exames
Caderno de aula ou diapositivos do cientic.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

Curiosidade - Cancro na boca

Sabias que?



TEMA - CANCRO NA BOCA



Há um tipo de cancro que geralmente ocorre nos lábios (mais frequentemente no lábio inferior), dentro da boca, na parte posterior da garganta, nas amígdalas ou nas glândulas salivares? É mais frequente em homens do que em mulheres e atinge principalmente pessoas com mais de 40 anos de idade. O fumo, combinado com o excesso de bebida alcóolica, é um dos principais fatores de risco.


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

Ciclo Celular - Fase Mitótica (Mitose e Citocinese)

Ciclo Celular


TEMA: CICLO CELULAR ( MITOSE E CITOCINESE)

Como já foi referido anteriormente, na fase mitótica ocorrem dois processos importantíssimos:
  • Mitose ( prófase, metáfase, anáfase e telófase);
  • Citocinese;

Mitose - De uma forma resumida podemos dizer que a mitose ocorre quando a célula sofre divisão celular, para se reproduzir, mantendo a mesma quantidade de cromossomas. Esta é constituída por quatro processos específicos:

  • Profase: mudanças no núcleo e no citoplasma; os filamentos de cromatina enrolam-se, tornando-se mais curtos e grossos; cada cromossoma é constituído por dois cromatídios unido por um centrómero; Os dois pares de centríolos começam a afastar-se criando o fuso acromático; Fragmentação do invólucro nuclear; Desapareciemento dos nucléolos.
  • Metafase: Máximo encurtamento dos cromossomas devido à condensação; os pares de centríolos estão nos pólos da célula; o fuso acromático completa o seu desenvolvimento; os cromossomas e os centrómeros estão no plano equatorial , formando a placa equatorial e prontos para se dividirem.
  • Anáfase: Rompimento dos centrómeros, separando os cromatídios que constituem assim dois cromossomas independentes, dá-se a ascensão polar dos cromossomas-filhos e os dois pólos da célula têm colecções equivalentes e completas de cromossomas.
  • Telófase: A membrana nuclear organiza-se de novo à volta dos cromossomas de cada pólo; os nucléolos reaparecem; o fuso mitótico é dissolvido; os cromossomas descondensam-se e alongam, tornando-se invisíveis e a célula fica constituída por dois núcleos. Após a cariocinese, dá-se a citocinese que é, resumidamente, a divisão do citoplasma seguida da individualização das duas células-filhas.

Citocinese - corresponde à divisão do citoplasma com formação das células filhas.



REFLEXÃO

Esta postagem permitiu esclarecer o processo de divisão celular, com especial atenção para a Mitose e Citocinese. O processo mitótico é constituído por quatro processos encadeados, a prófase, metáfase, anáfase e telófase. A prófase é a etapa mais longa e os cromossomas individualizam-se, desaparecem os nucléolos e a membrana nuclear e afastam-se os centríolos e forma-se o fuso acromático. A metáfase dá-se com a máxima condensação dos cromatídeos, há a formação da placa equatorial. A anáfase ocorre com o rompimento dos centrómeros e a separação dos cromatídeos e a ascensão polar dos cromossomas-filhos. A telófase baseia-se na dissolução do fuso acromático, reorganiza-se a membrana nuclear, e reaparecem os nucléolos. A citocinese ocorre após estes processos.


BIBLIOGRAFIA

http://terragiratg.blogspot.com/2009/10/ciclo-celular-interfase-e-mitose.html http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20061004172120AAGyF5w http://www.algosobre.com.br/biologia/divisao-celular.html http://campus.fortunecity.com/yale/757/mitose.htm

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

Ciclo Celular - Interfase e Fase Mitótica

Ciclo Celular

TEMA: CICLO CELULAR - INTERFASE E FASE MITÓTICA



O ciclo celular refere-se ao crescimento e à divisão da célula, de f
orma contínua e repetitiva.
O ciclo celular é o conjunto de transformações que decorrem desde a formação de uma célula até ao momento em que ela própria, por divisão, origina duas células-filhas. Existem duas fases no ciclo celular, a interfase e a fase mitótica.
Nas células eucarióticas, existem estruturas filamentosas complexas que são constituídas por DNA e proteínas associadas (histonas), denominadas cromossomas. Um cromossoma é constituído, por um cromatídio e por um centrómero. Este divide-se em:



Interfase - representa o período entre o fim de uma divisão celular e o início da seguinte, sendo formada pelos intervalos G1, S e G2. Nesta fase os cromossomas não são visíveis ao microscópio óptico.
  • Intervalo G1 - é o intervalo entre o fim da fase mitótica e a replicação do DNA. Nele existe uma intensa actividade de síntese de proteínas, enzimas e RNA, como também de organitos celulares. Dá-se um visível crescimento dacélula.
  • Período S - é o momento em que ocorre a replicação das moléculas de DNA, associando-se a elas proteínas. Cada cromossoma passa a ser constituído por dois cromatídios ligados por um centrómero.
  • Intervalo G2 - é o momento em que os centríolos duplicam, continuando ainda a ocorrer síntese proteica para criar novas estruturas para as futuras células filhas .
Fase mitótica - o núcleo divide-se (mitose) e a seguir divide-se o citoplasma ( citocinese).

  • Mitose - Profáse ; Metáfase; Anáfase e Telófase
  • Citocinese




REFLEXÃO

Com a elaboração desta postagem apercebemo-nos que há a existência de um ciclo celular, isto é, o conjunto de transformações que decorrem desde a formação de uma célula até ao momento em que ela própria, por divisão, origina duas células-filhas. O ciclo celular divide-se em duas fases, a interfase e a fase mitótica. A primeira é constituída pelo intervalo G1, G2 e a fase S, enquanto que o segundo é constituído pela mitose e citocinese. A mitose, por sua vez divide-se em quatro fases distintas, prófase, metáfase, anáfase e telófase.

BIBLIOGRAFIA

Caderno de aula; Preparar testes 11º ano; Preparar exames 10 e 11º ano;
http://pt.wikibooks.org/wiki/Biologia_celular/Ciclo_celular
http://pt.wikipedia.org/wiki/Mitose

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

Curiosidade - Genoma do ornitorrinco confirma características de ave, réptil e mamífero

Sabias que?


TEMA: GENOMA DO ORNITORRINCO CONFIRMA CARACTERÍSTICAS DE AVE, RÉPTIL E MAMÍFERO

"O ornitorrinco, um animal peludo com bico de pato e dentes, patas palmípedes e cauda achatada tem características genéticas comuns aos répteis, aves e mamíferos, segundo confirma o seu genoma.Um grupo internacional de investigadores publica hoje na revista Nature o genoma do Ornithorhynchus anatinus, descrevendo-o como "uma amálgama de características pertencentes a um reptiliano ancestral e derivadas dos mamíferos" e com alguns dos seus 52 cromossomas a corresponderem aos das aves". [In CienciaHoje]
.
.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

Curiosidade - Chernobyl - Mutação

Sabias que?

TEMA: MUTAÇÃO EM CHERNOBYL

Em 1986 na ucrania aconteceu um desastre nuclear? O reactor da central nuclear de chernobyl explodiu expondo a radiação às populações da zona? 200 mil pessoas foram evacuadas e reinstaladas em zonas mais distantes. Mesmo assim muita daquelas pessoas foram afectadas por aquelas radiações. Ainda hoje nascem crianças com mutações genéticas.


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

Síntese de Proteínas - Mecanismo da síntese proteica

Síntese de Proteínas
TEMA: MECANISMO DA SÍNTESE PROTEICA
.
.

video

REFLEXÃO

Com a elaboração deste filme percebi que a síntese proteica baseia-se principlamente em dois processos: a transcrição da mensagem genética e a tradução. O primeiro é o processo de formação do RNA a partir do DNA. Esse RNA formado é o RNAm (RNA mensageiro), que tem como função "informar" ao RNAt(RNA transferência) a ordem correta dos aminoácidos a serem sintetizados em proteínas. O segundo, ocorre no citoplasma, e é a segunda parte da síntese proteica consistindo apenas na leitura que o mRNA traz do núcleo, da qual representa uma sequência de aminoácidos, que constituí a proteína.

BIBLIOGRAFIA

http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%ADntese_proteica

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

Síntese de Proteínas - Código Genético

Síntese de Proteínas


TEMA: CÓDIGO GENÉTICO

Através dos trabalhos elaborados por vários investigadores foi possível conhecer o código genética, isto é, através da correspondência de cada codão com os aminoácidos das proteínas. Deste modo:
Este possui também algumas caracteristicas, das quais:

Universalidade- O código genético constitui uma linguagem comum desde as células mais simples até às mais complexas.

Redundância- Vários codões podme codificar o mesmo aminoàcido, dizendo-se que o código genético é então degenerado.

Ausência de ambiguidade- O mesmo codão não codifica mais que um aminoácido.

REFLEXÃO

Esta mensagem, que elaborei, tenta mostrar que o código genético é um sistema de correspondência entre a linguagem do DNA ( sequências de nucleótidos) e a linguagem das proteínas ( sequência de aminoácidos). Um aminoácido é codificado por três nucleótidos- um codão, originando 64 combinações possíveis. Podemos tabém afirmar que o código genético possui caracteristicas específicas tais como redundância, universalidade, e precisão, no entanto este possui outras que também são importantes e interessantes, como o codão de iniciação (AUG) e os de terminação (UAA, UAG, UGA) .

BIBLIOGRAFIA

Caderno de aula; Preparar testes 11ºano; Preparar exames Manual de Biologia, '' Terra universo de vida'' http://maisbiogeologia.blogspot.com/2008/10/sintese-proteca-o-cdigo-gentico.html http://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%B3digo_gen%C3%A9tico

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

Síntese de Proteínas - DNA e Proteínas

Síntese de Proteínas


TEMA: DNA E PROTEINAS


O DNA contido no núcleo das células de um determinado organismo constitui o suporte químico da informação genética, mas são as proteínas que determinam a estrutura e a actividade metabólica das células e que, em última análise, são responsáveis pelas características manifestadas por esse organismo. Ao conjunto de proteínas chama-mos então sequência de aminoácidos.


O DNA, para além de dirigir a sua própria replicação, dirige também a síntese de proteínas através do fluxo de informação representado neste esquema:
A síntese de proteínas ocorre nos ribossomas, isto são, organelos não são delimitados por membranas que existem em células eucarioticas e procarióticas. Estes dividem-se em dois, uma subunidade menor e uma subunidade maior. Assim:

A sequência de nucleótidos do DNA contém informação, sob a forma de um código, denominado código genético, que determina a ordenação dos aminoácidos nas proteínas.




REFLEXÃO

Através desta pequena postagem sobre a síntese e proteínas, mais concretamente, o DNA e as proteínas, apercebemo-nos que conceitos como proteínas, sequência de aminoácidos e sequência de nucleótidos. O primeiro indica que a forma, a estrutura e a actividade de uma célula depende destas, o segundo diz que uma sequência de aminoácidos determina uma dada proteina, e por fim, o terceiro ostra que quem contém a informação para especificar a sequência de aminoácidos é a sequênica de nucleótidos do DNA.


BIBLIOGRAFIA

Caderno de aula;
Preparar testes 11ºano;
Preparar exames, 10º e 11º ano;
Manual de Biologia, '' Terra universo de vida''
http://maisbiogeologia.blogspot.com/2008/10/experincia-de-meselson-e-stahl.html
http://maisbiogeologia.blogspot.com/2008/10/sintese-proteca-o-cdigo-gentico.html
http://catareles.no.sapo.pt/Ribossomas.htm

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

Replicação semi-conservativa

Replicação




O TESTE DA HIPÓTESE DA REPLICAÇÃO SEMICONSERVATIVA




Matthew Meselson e Franklin Stahl, em 1958 realizaram experiências, que tinham como objectivo comprovar a hipótese semiconservativa, trabalhando com a marcação do ADN por incorporação de Azoto pesado 15N. Os cientistas imaginaram que, se as duas cadeias polinucleotídicas de uma molécula de ADN fossem marcadas, seria possível fazer uma previsão sobre o destino dessas cadeias no decorrer das gerações seguintes.




Legenda
1-Molécula original

2-Moléculas -filha da primeira geração

3-Moléculas -filha da segunda geração


SEGUNDO A PREVISÃO:

a) Após uma replicação, ambas as moléculas filhas estariam marcadas e cada uma delas conteria metade da marcação da molécula mãe original.

b) Após duas replicações, metade das moléculas estaria marcada e, a outra metade não. A metade marcada, conteria a mesma marcação que as moléculas originais (que foram geradas na primeira replicação).
.
.
REFLEXÃO
Com a elaboração desta postagem ficamos a perceber que a replicação semiconservativa significa que cada cópia da molécula de DNA contém uma das cadeias da molécula de DNA original e uma cadeia que se formou de novo através da complementariedade de bases (A-T; C-G). Foi também Meselson e Stahl que comprovaram esta teoria experimentalmente, podendo assim explicar a transmissão do programa genético e a relativa estabilidade da composição do DNA no decorrer das divisões celulares.
.
.
BIBLIOGRAFIA
Apontamentos do caderno de aula;
Preparar testes de Biologia e Geologia, 11ºano



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

Replicação

Replicação



QUESTÃO: Uma característica essencial à continuidade da vida em nosso planeta é a capacidade que os organismos tem de fazerem cópias de si mesmos. Essa capacidade de copiar está associada ao material hereditário, o DNA. Agora, de que maneira os organismos fazem as cópias?


RESPOSTA: Essas cópias são feitas através da duplicação do material hereditário, ou seja, do DNA. Esse processo de duplicação do DNA, chamamos de replicação.

REPLICAÇÃO DO MATERIAL GENÉTICO



A replicação é um processo no qual uma molécula de DNA dupla hélice é duplicado. Devido ao facto do DNA conter a "informação" que é fundamental para codificar todas as proteínas e RNA's necessários para se "construir" um organismo, é através da replicação que os seres vivos conseguem dar origem a um novo ser que possui as mesmas características de quem o originou, transmitindo assim essas características de geração em geração.





CARACTERISTICAS PARA A DUPLICAÇÃO DO DNA


  • Desenrolamento do DNA;
  • Rotura das pontes de hidrogénio por acção das enzimas, as DNA Polimerases;
  • Agrupamento de novos nucleótidos no meio, formando assim duas cadeias através da complementariedade de bases (A-T;C-G).

REFLEXÃO

Com a elaboração desta postagem podemo-nos aperceber que existem métodos para a transmissão da informação genética de geração em geração, ou seja, de avós, para pais e consequentemente de pais para filhos, o que justifica a semelhança de certas caracteristicas dos filhos para com os pais. Este método é denominado como replicação, ou seja, traduz que o DNA tem a necessidade de se autoreproduzir, e para isso precisa de copiar a sua própria informação genética. É também de salientar o facto de para que este processo ocorra, haja a obrigação de obedecer a certas especificidades (caracteristicas) acima mencionadas .

BIBLIOGRAFIA

Preparar teste, 11ºano, Biologia e Geologia
http://pt.wikipedia.org/wiki/Replica%C3%A7%C3%A3o_do_ADN
http://www.biomol.org/replicacao.shtml


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS